RÁDIO COMPANHEIRA FM

Igarapé-Açu - Pará -

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

PARABÉNS, MINHA COMPANHEIRA!

J. Filho

Hoje comemoramos 13 anos de fundação da Associação Cultural de Difusão Comunitária COMPANHEIRA FM 87,9. Parabéns a essa emissora que veio redemocratizar a comunicação em Igarapé-Açu.

E nesse momento, agradecemos diretores, locutores, anunciantes, colaboradores, simpatizantes e todos aqueles que direta e indiretamente fazem da COMPANHEIRA FM 87,9 a estrela da comunicação!

domingo, 10 de janeiro de 2016

IGARAPÉ-AÇU FESTEJA SEU PADROEIRO: VIVA SÃO SEBASTIÃO!


J. Filho


Na última sexta-feira, 08 de janeiro, o município de Igarapé-Açu no Nordeste Paraense inicia os festejos a São Sebastião, padroeiro maior do povo católico igarapeaçuense.
No período festivo, a população local faz agradecimentos as graças e objetivos alcançados no ano anterior, e também pede as bênçãos e interseção do Glorioso renovando sua fé e devoção em busca de um ano cheio de realizações e prosperidades em todos os aspectos.
Como é tradição, a festividade se inicia com a Caminhada do Mastro, que está completando 122 anos de pura fé e devoção. Para a realização desse momento, um dia antes da Caminhada é feito a limpeza do local de onde será retirado o madeiro previamente escolhido pelos integrantes dos Amigos do Mastro de São Sebastião. 
No dia da Caminhada, a população se desloca para a comunidade do local da retira do madeiro, a pés, bicicletas, motos, carros, caminhões, ônibus e tratores mostrando disposição e solidariedade nesse percurso. No local, a organização do evento oferece lanches e água doados pelo comércio e população local é distribuída, ainda existe todo aparato do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar, de ambulância da Secretária de Saúde e é claro muita animação musical religiosa por parte de uma banda regional voluntariamente disposta a colaborar com esse momento.
Preocupados com o meio ambiente, é feito a plantação de espécies nativas da região no local de onde será retirado o madeiro, fortalecendo a conscientização de se manter um equilíbrio entre a sociedade e a natureza, resguardando esse vínculo para o benefício das futuras gerações.
 Diante dessa atmosfera, inicia-se com o processo de derrubada do madeiro que geralmente tem cerca de 20 metros de comprimento.  É realizada uma oração inicial para que tudo ocorra dentro das normalidades. Um devoto que há 16 anos tem a tarefa árdua de subir e amarrar a corda guia na árvore. Logo após, aos gritos de “Viva São Sebastião!” a população assiste um devoto utilizar um motosserra cortar o tronco da árvore que será puxado para que a mesma caia no local adequado para ser removida da mata.
Em seguida, centenas de devotos arrastam o madeiro para fora da floresta para que o mesmo possa ser amarrado a um trator que percorrerar o trajeto acompanhado por conduções supracitadas  até o bairro previamente escolhido no ano anterior para a saída da Caminhada do Mastro
À tarde, geralmente, a partir das 15h,  depois de descascar o madeiro, começa a tradicional Caminhada de São Sebastião.  Os fiéis e devotos levam nos ombros o madeiro com cerca de cinco toneladas. A tradição determina que os devotos carreguem o mastro em agradecimento a São Sebastião pela safra do ano anterior e também renovam o pedido por uma boa colheita no ano corrente, pois a agricultura é o maior destaque na economia do município. Também são feitos outros pedidos especiais relativos à saúde, moradia ou outra graça alcançada.
Durante o trajeto pelas principais ruas da cidade, acontecem inúmeras manifestações com faixas e cartazes das pessoas na frente das casas, dos comércios,  imagens de São Sebastião e também de Nossa Senhora, além de queima de fogos saudando o Glorioso até a chegada à praça de São Sebastião. Com louvor, expectativa, os devotos enfeitam o madeiro com palhas, e frutas regionais. Nesse momento são feitos os últimos pedidos, e com a bênção do pároco local o Mastro, finalmente é erguido para o êxtase total dos devotos.
Durante esse período haverá novenas à noite; o parque com seus brinquedos fará a alegria da população; além de venda de comidas típicas; o tradicional leilão que animam os frequentadores da barraca do Santo, bem como as atrações culturais com apresentações locais regionais.
O término será no dia 20 de janeiro, dia de São Sebastião com a procissão do padroeiro. Em seguida acontece a derrubada do mastro que foi erguido em frente à igreja Matriz encerrando mais uma festividade. À noite, a expectativa fica por conta da queima de fogos.
E, assim, anualmente, é realizada uma das maiores manifestações religiosas do Pará, a Festividade de São Sebatião em Igarapé-Açu. Então, Viva São Sebastião!